28 junho 2013

Como controlar a ingestão de doces para as crianças

Boa Tarde Mamães Corujas!!!

Hoje vou falar um assunto que aqui em casa é um tormento, nunca dei muito doce para o ele, mas a paixão começou a florescer, e se não controlar quer chupar várias balas e pirulitos. Mas claro que não gosto, e evito ao máximo em ceder os seus desejos. Achei a matéria abaixo e adorei, não sei se é só por aqui, mas tenho um formiguinha em casa. Estou aqui para confessar que as vezes cedo nas pedidas, mas sei que tenho que mudar e dar menos balas, sei que não é bom para os dentes e muito menos nutritivos, mas falho neste quesito.

As preferidas do Isaac, balinhas de goma

Vamos as informações:

Se seu filho só quer saber de doces, às vezes fica complicado decidir como limitar a ingestão desse tipo de alimento sem transformá-lo no fruto proibido que atrairá ainda mais interesse. Por outro lado, é importante que as crianças comam de forma saudável desde bem pequenas, para que não criem hábitos que depois serão ainda mais difíceis de mudar. 

"A alimentação da criança é reflexo direto da alimentação de sua família, por isso é fundamental que a casa tenha alimentos saudáveis, horários bem estabelecidos e petiscos e guloseimas apenas como exceção", afirma o pediatra Fábio Picchi, membro do Conselho Médico do BabyCenter.

Criança pode comer doce?

Permita sim que seu filho coma algo doce de vez em quando, de preferência como parte da sobremesa e depois de uma fruta. Você pode dar um pedaço de chocolate, duas bolachas não-recheadas ou um pouco de sorvete. Se ele pedir mais, seja firme e consistente, explicando que amanhã tem mais e que se ainda estiver com fome pode comer mais uma fruta. 

A chave é sempre oferecer primeiro uma sobremesa nutritiva, que contenha uma fruta e um ou mais dos seguintes ingredientes: ovos, leite, iogurte. 

Evite usar qualquer coisa doce como chantagem para fazê-lo almoçar ou jantar melhor, ou ainda como recompensa ou castigo por causa de algum comportamento. Isso só torna os alimentos açucarados ainda mais especiais e importantes do que a comida normal, em vez de uma parte comum do dia a dia. 

O que fazer quando ele pede algo do supermercado?

O melhor mesmo é nem levá-lo ao supermercado se existe uma preocupação com o que ele anda comendo, já que a própria distribuição dos produtos nas gôndolas de doces e bolachas é feita com o objetivo de atrair a atenção das crianças. Se não tiver com quem deixá-lo, procure oferecer alternativas nutritivas. 

O ideal é sempre ir ao supermercado depois das refeições, para que ele já esteja saciado, e avisar logo de cara que só vai poder escolher um item. 

Como seu filho ainda é pequeno para escolher sozinho, selecione você duas ou três coisas que considere aceitáveis e que saiba que ele gosta, e deixe-o pegar a que prefere. 

Como regra geral, limite a quantidade de doces à disposição em casa, estocando somente um tipo de bolacha e um sabor de sorvete, por exemplo. E não deixe de se abastecer com lanchinhos saudáveis (veja exemplos abaixo). Procure ler rótulos e embalagens, porque alimentos aparentemente saudáveis, como barrinhas de cereais ou sucos de caixinha, muitas vezes contêm grandes quantidades de açúcar.

Quais são as alternativas nutritivas para sobremesa ou lanche da tarde?

Iogurte sem açúcar misturado com fruta ou com uma colher de mel
Vitaminas feitas com fruta e leite ou fruta e iogurte
Salada de frutas bem cortadinhas
Fatia de bolo caseiro de banana, laranja ou cenoura
Torrada de canela (torre um pão de forma integral e depois passe um pouquinho de manteiga ou margarina e polvilhe levemente com açúcar e canela
Bolacha de aveia

Espero ter ajudado com dicas para mães de filhos formigas, assim como eu. 

Até a próxima.

Fonte: Baby Center

*Imagem Pinterest

Um comentário:

  1. Adorei o post e as dicas.
    Controle é sempre bom até na guloseimas.
    Bju

    ResponderExcluir
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...