19 junho 2013

Série: Cuidados Naturais com o Bebê - Parte VI

Bom dias mães corujas!
Em meio a copa das confederações e tantos protestos lindos nesse Brasil, hoje mais um capítulo da série sobre cuidados naturais.
Se você perdeu alguma coisa, é só clicar nos links: Febre, Vômitos, Cólicas e Assaduras, Choque elétrico e Engasgo, Aftas ou Cândida e Diarréia.

Os assuntos de hoje são: Dor de Ouvido e Machucado/Hematoma/Galo

Dor de Ouvido
Possíveis Causas:

a) Resfriado
b) Friagem
c) Água no ouvido

O que fazer:
a) Aplicar o cone*
b) No caso de água no ouvido, a mãe ou o pai faz xixi numa vasilha e imediatamente enquanto a urina está morna colocar duas gotas no orifício do ouvido, um minuto depois colocar a criança com a cabeça virada  para baixo de modo que o liquido possa sair. Quando a criança crescer, ensine a fazer com a própria urina.
c) No caso de inflamação, conseguir uma flor de jerimum (abobora), pegar uma pequena parte da flor e espremer para tirar o sumo, aquecer numa colher junto com azeite de oliva extra virgem (caso não tenha, use óleo de soja: pegue um chumaço de algodão, molha nesse óleo com jerimum)  passa em volta da orelha e coloca ainda morno na entrada no orifício do ouvido. Também pode ser substituído por óleo de copaíba.
d) Para aliviar a dor, passe óleo de cânfora em torno da orelha, inclusive atrás. Depois esquenta uma fralda com ferro de engomar e coloca o pano quente sobre a orelha.
e) Em caso de otite que apresenta muita dor e febre, levar ao médico rapidamente. Necessita administração de antibiótico que só deve ser feito com prescrição médica e acompanhamento.

Machucado/ Hematoma/Galo
Causas:

a) Quedas
b) Prender dedinhos em portas e gavetas
c) queimaduras

O que fazer:
a) Primeira coisa a fazer é tentar manter a calma e não deixar a criança mais nervosa.
b) Se o bebê caiu, pegá-lo no colo e ir acalmando e verificar se machucou, se houve fratura, se houve corte. Dá água pra criança e peito para o bebê.
c) Em caso de corte, pressionar o local do sangramento com uma fralda ou outro pano. Quando diminuir o sangue, lavar o locar com água e sabão, enxugar e observar se precisa de sutura ou não. Se não necessitar suturar cobrir o local com uma gaze (apenas uma para não abafar), todos os dias lavar com água e sabão e enxugar bem.
d) Em caso de hematomas, fazer compressas geladas, dar chá ou  homeopatia de arnica.
e) Para galos na cabeça põe compressa gelada, depois aperta o galo com uma faca de inox (metal), não deixe a criança dormir e observe por uma hora. Caso a criança vomite e fique sonolenta leve ao pronto socorro, dando-lhe soro caseiro de colher.
f) Queimaduras, apenas lavar com água fria corrente. Não coloque gelo, manteiga ou pasta de dente. Se a queimadura for de segundo grau (apresenta bolhas) não estoure, deixe secar. Quando secar não tire a pele. Se depois fizer uma ferida, use a baba da babosa (planta) pra formar outra pele e cicatrizar.


*Cone Chinês ou Hindu como é conhecido, é um método antigo, prático e fácil de limpar as impurezas do ouvido e melhorar a audição. Leia mais aqui.

Créditos:
Suely Carvalho. 
Parteira tradicional, Griô, Leitora de aura, Mestra da Escola de Aprendizes de Parteira na Tradição, Fundadora do CAIS do Parto - CAIS da Luz, Coordenadora da Rede Nacional de Parteiras Tradicionais do Brasil e Vice-presidenta da ALAPAR - Aliança Latino Americana de Parteiras.
Facebook: CAIS do Parto

2 comentários:

  1. Amiga qts dicas simples q podemos seguir. A do galo eu conhecia e é certeira. Bjs

    ResponderExcluir
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...